Coronavírus já matou 9 Oficiais de Justiça no Brasil*

Segunda, 25/05

Confira abaixo o texto do presidente do Sindojus-DF, Gerardo Lima, que traz as informações sobre a Covid e as mortes no oficialato de Justiça:
 
Nota de falecimento, homenagem às mais de 20.000 vítimas da COVID-19 no Brasil e prorrogação das medidas de prevenção pelo CNJ
 
Com pesar, o SINDOJUS/DF comunica o falecimento pelo coronavírus do Oficial de Justiça Léo Damião do TRT/RJ, do Oficial de Justiça Mauricio Maluf do TJ/PA e de mais um colega Oficial de Justiça do TJ/PA que não conseguimos acesso aos dados. Trata-se do sétimo, oitavo e novo óbitos de Oficiais de Justiça decorrentes da COVID-19. 
 
E essa semana foi especialmente trágica no Brasil, tendo em vista que superamos 20.000 mortes pela COVID-19 (os números de hoje apontam 21.934 mortes). O coronavírus continua crescendo de forma descontrolada no país e tivemos o recorde de 1.188 mortes em 24 horas.
 
Nesse momento de dor, a Diretoria do SINDOJUS se solidariza com a família e os amigos dos colegas e de todos aqueles que perderam a vida por essa doença e externa votos de condolência pela perda lamentável. É muito triste ver o sofrimento das famílias e amigos por essa doença que tem matado milhares de pessoas em todo o mundo. Que Deus conforte as famílias e conceda o descanso eterno para as vítimas dessa grande tragédia humana.
 
A notícia acima nos traz profundo sentimento de tristeza. E isso nos mostra a necessidade de continuarmos fazendo de tudo para proteger a saúde e a vida dos Oficiais de Justiça! Sigamos cada vez mais unidos para conseguir superar esse momento tão difícil!
 
A esse respeito, digno de registro que o CNJ ontem publicou a Portaria 79/2020 (abaixo), prorrogando as medidas de prevenção contra o coronavírus. Assim, os Oficiais de Justiça devem restringir as diligências aos casos absolutamente urgentes a fim de proteger a saúde própria, das suas famílias e de toda a população.
 
Por fim, como homenagem a todas as vítimas e por ter tudo a ver com a situação que vivemos pelo coronavírus, postamos abaixo um vídeo da campanha “Towards Zero” (rumo a zero) da Comissão de Acidentes de Transporte (TAC) da cidade de Victoria, capital da Columbia Britânica, no Canadá. Mas ao invés da pergunta por mortes por acidentes de trânsito, podemos perguntar “quantas mortes são aceitáveis pelo coronavírus?”. E nossa resposta tem que ser zero porque todo mundo faz falta para alguém e porque a vida de todo ser humano tem muito valor!
 
Mas não basta a resposta, precisamos do compromisso de toda a população com as medidas de prevenção, já que a saúde de cada pessoa é também responsabilidade de toda a sociedade. Podemos perder muito nesse momento, mas que não percamos nunca a capacidade de nos sensibilizar e nos mobilizar para proteger a vida de todos.
 
Brasília/DF, 23 de maio de 2020.
 
Gerardo Alves Lima Filho 
Presidente do SINDOJUS/DF

*Matéria publicada por: http://www.infojusbrasil.com.br/




Fale Conosco
Onde Estamos
Rua Barão de Itapetininga, 255, 5° andar, cj. 503, Centro - CEP 01.042-001 - São Paulo - SP
Ver no mapa